Mercedes investe R$ 1 bi em montadora de ônibus e caminhões no Brasil

Mercedes investe R$ 1 bi em montadora de ônibus e caminhões no Brasil
30/10/2013

A Mercedes-Benz do Brasil anunciou no domingo (27) investimentos de R$ 1 bilhão para as fábricas de caminhões e ônibus de São Bernardo do Campo (SP) e Juiz de Fora (MG). O montante será aplicado em 2014 e 2015 em pesquisa e desenvolvimento de produtos e tecnologias, nacionalização de componentes e modernização de áreas de produção. No início do mês, o grupo já havia anunciado R$ 500 milhões para a construção de uma fábrica de automóveis em Iracemápolis (SP), com início de operações previsto para 2016.

O anúncio de ontem foi feito pelo presidente mundial da divisão de Caminhões, Stefan Buchner, que disse ser esse o maior investimento do grupo alemão num país atualmente. “Um em cada quatro caminhões que produzimos é feito no Brasil”, informou. O País é o maior consumidor de veículos comerciais da marca, seguido pela Alemanha.

Leia mais: Investidor estrangeiro retoma bom humor em relação ao Brasil

Buchner participou da apresentação das novidades que a empresa expõe no Salão Internacional do Transporte (Fenatran), que será aberto ao público nesta segunda-feira, no Anhembi. “Nossa empresa é responsável pelo maior plano de investimentos do setor, destinando R$ 2,5 bilhões ao Brasil de 2010 a 2015, com destaque para a inauguração da nova fábrica em Juiz de Fora e o aumento da capacidade produtiva em São Bernardo”, disse Philipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz do Brasil.

A Mercedes é a maior fabricante brasileira de veículos comerciais. Em vendas, é líder no segmento de ônibus e vice-líder em caminhões. Buchner ressaltou que a meta é recuperar a liderança em caminhões, perdida para a MAN /Volkswagen há dez anos. “Pode parecer conversa mole, mas nós vamos trabalhar todos os dias para cumprir o que prometemos.” Ao todo, as principais fabricantes de caminhões e ônibus têm planos de investir aproximadamente R$ 5 bilhões até 2016. A MAN segue com o plano iniciado em 2009 de aportes de R$ 1 bilhão, mas, por enquanto, desistiu de ter uma nova fábrica. “O Brasil é um dos mercados mais interessantes do mundo para nós”, ressaltou o presidente mundial da MAN Caminhões e Ônibus, Anders Nielsen.

A Iveco, do Grupo Fiat , vai aplicar R$ 900 milhões no período 2012-2014 (30% de todo o aporte que a companhia fará nos mercados onde atua) e trabalha para estar entre as três maiores fabricantes do País. “A concorrência nos obriga a ser criativos, usar tecnologias mais alinhadas com o que tem lá fora e não temos medo de enfrentá-la”, disse Marco Borba, vice-presidente da Iveco ao falar sobre a chegada de novas fabricantes. A marca detém atualmente 9% de participação das vendas totais.

Mercado

As empresas do setor esperam para este ano um mercado de 150 mil caminhões, 12% acima do registrado em 2012. Para 2014, as apostas variam de estabilidade a crescimento de 6%. Há grande ansiedade dos executivos sobre o anúncio das novas regras para o Finame, programa federal de financiamento usado em 60% a 70% das vendas do setor.

Hoje, o juro mensal é de 4%, mas há receios de que essa taxa suba, o que pode mudar as previsões de vendas. Rogelio Golfarb, vice-presidente da Ford, trabalha com um mercado próximo a 165 mil caminhões em 2014, enquanto seus pares falam em 150 mil a 160 mil.

A Ford vai investir no País R$ 670 milhões até 2015. Entre os destaques da Fenatran, que ficará aberta até sexta-feira (1º) há o Atego Econfort, da Mercedes, primeiro semipesado a receber câmbio totalmente automatizado. A Volvo mostra o FH 16 750, o maior caminhão vendido na Europa (tem capacidade para 250 toneladas), que será importado e custará R$ 1 milhão. Também tem o primeiro caminhão movido a gás natural, enquanto a Scania expõe seu caminhão a etanol.

A DAF apresenta seu primeiro caminhão brasileiro, o XF 105, que começou a ser produzido em Ponta Grossa (PR) neste mês. A Fiat lança o Uno Furgão e a nova Fiorino, ambos feitos na plataforma do Uno, em substituição aos modelos feitos na base do Mille, que sai de linha.

Nós falamos com você!

Cadastre seus dados que um de nossos consultores retornará em breve.

CHAPECÓ - SC

(49) 3323.0656
(49) 9 9132.7355

Rua Moscou 150 E
Bairro Líder

SÃO LEOPOLDO - RS

(51) 3588.5500
(51) 3588.0076
(51) 9 9635.0081

Rua Tomaz Edison, 677
Bairro São João Batista

CURITIBA - PR

(41) 3023.0656
(41) 3022.0656
(41) 9 9206.0656

Rua Bartolomeu Lourenço de Gusmão, 2259
Bairro Boqueirão

TOLEDO - PR

(45) 3378.6020
(45) 9 9115.7251

Av. N. Sª de Fátima 455
Bairro Jardim Porto Alegre

JOINVILLE - SC

(47) 3207-1630

R. Pavão, 45
Bairro Costa e Silva
MARINGÁ - PR

(44) 3112.0253
(44) 9 9967.0376

Avenida das Torres, 2179,
Bairro Jardim Três Lagoas

SUDESTE

(11) 9 7294.3726

© Copyright 2017 Soma Sul. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Popup Agência Web
Tire suas dúvidas